domingo, 11 de novembro de 2012

Lamborghini Miura P400 S versus Ferrari 365 GTB/4 Daytona

O que é melhor em um esportivo dos anos 70? Potência, ou charme?

O Lamborghini Miura é uma das maiores lendas do mundo automotivo. Mas será que consegue vencer um carro cuja esportividade é o principal: a Ferrari Daytona?

Ferruccio Lamborghini começou trabalhando em sua fábrica de tratores, na Itália. Ele era muito rico. Tanto que tinha uma Ferrari na garagem. Até que em um belo dia, ele levou sua máquina até a fábrica da "marca do cavalo". Pediu uma revisão ao até então homem mais poderoso da Itália: Enzo Ferrari. Ferruccio só reclamava da embreagem do carro, até que Enzo se estressou e disse:
-Você é um pobre agricultor! Fique com seus tratores, e nunca mais volte a falar de meus carros!
Ainda com mais raiva, Ferruccio respondeu:
-Então vou lhe mostrar o que é um carro de verdade!
Apenas alguns anos depois foi que a guerra começou, quando Ferruccio mostrou ao mundo seu primeiro carro: o Lamborghini 350 GT, em 1964.
Também um dos primeiros modelos da marca, o Miura foi lançado em 1966 (dois anos antes da Ferrari Daytona entrar em cena). O motor V12 dianteiro era algo incrível. Um dos pontos mais fortes do carro era o visual, feito por Marcello Gandini. A revista Autocar apontou o Miura como o segundo carro mais bonito de todos os tempos (perdeu para o Jaguar E-Type, da mesma época que eles).
Não que a Ferrari não seja bonita: pelo contrário, é linda! Mas, o charme do Miura conquistou gerações de fãs. Mas a Daytona pode deixar muita gente de boca aberta com o seu 4.4 de 352 cv, com 44 mkgf de torque @ 7.500 rpm, que é capaz de levá-lo de 0 a 100 km/h em apenas 5,6 segundos e velocidade máxima de 280 km/h (melhor que muitos esportivos de hoje em dia, não?)
O motor do Miura P400 S é um 4.0 V12 de 370 cv @ 7.500 rpm, com torque de 39 mkgf. Pode ser melhor em quase tudo, mas o que atrapalhou pôde ter sido o teste de 0 a 100 km/h: ela completava em 6,7 segundos (isso é 1,1 segundo mais lento que a Ferrari). O resultado não é ruim, mas comparado à uma Ferrari (ou melhor, uma Daytona)...
O motor V12 do Miura...
...não chega a ser melhor que o da Daytona!
A exclusividade sempre foi para poucos: no Miura P400 S, apenas 140 unidades foram produzidas, enquanto 1.383 do Daytona foram produzidos. Quanto mais exclusivo melhor, então, nesse caso, ponto para o Miura.
Na época em que foram lançados, Miura e e Daytona custavam quase o mesmo preço: US$ 100.000 para a Ferrari e US$ 114.000 para a Lamborghini. Contrariando o antigo ditado que "o barato sai caro", podemos dizer que, dessa vez, o mais barato saiu melhor. 
Lamborghini Miura do filme "The Italian Job", 1969.
Ambos os carros ficaram famosos no cinema: o Lamborghini Miura P400 foi a estrela do filme "The Italian Job" (1969), que se traduzido, vira "Um Golpe à Italiana". O filme virou jogo no PlayStation e teve uma releitura em 2003.
Na série "Miami Vice", quem ficou famoso foi a Ferrari 365 GTS/4 Daytona (o S, veio de Spider, enquanto o B, da versão do comparativo, veio de Berlinetta).
DECISÃO FINAL: Foi muito difícil decidir qual foi o melhor carro. O Lamborghini Miura se atrapalhou em muitas características técnicas: você paga muito mais caro por um carro com menos motor e menos torque. Isso foi estranho, já que o motor tem mais potência, mas isso, de alguma maneira, o leva de 0-100 em largos 6,7 segundos.
A Daytona ganhou por pouco, já que Ferruccio e Marcello erraram um pouco na mecânica e na escolha de preços. 

FERRARI 1 x 0 LAMBORGHINI

Próximo comparativo, em breve: Lamborghini Gallardo Superleggera vs. Ferrari 360 Challenge Stradale.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...