quarta-feira, 30 de março de 2011

Comercial: Novo Corolla

A Toyota começou a mosrar hoje, dia 29, o comercial do novo Corolla, que já está sendo exibido na TV. O slogan "Dirigir é Incrível" mudou para "Dirigir ficou Mais Incrível".

Saiba mais sobre o Novo Corolla!

Kia apresenta Soul Flex e Novo Sportage

Em um evento em Itú, a Kia apresntou Soul Flex e nova Sportage
Kia apresentou a Nova Sportage, que chegou em janeiro, e começou a ser comercializada oficialmente hoje
Versão cupê do Cerato (Cerato Koup) chega em maio
E versão hatch do Cerato só chegará no fim de 2011, junto com o sedã Optima, que chega em novembro
A Kia mostrou em um evento, realizado na cidade de Itu, duas importantes novidades para 2011, que devem colocar a marca coreana em condições de brigar mais forte nos segmentos dos crossover monovolume e dos utilitários-esportivos.

A aposta mais ousada, que serviu como divisor de águas da Kia em todo o mundo, é o Soul Flex, à venda desde a ultima semana de dezembro, com preços a partir de R$ 52.900. Além do motor flex, o Soul ganhou câmbio automático com opção de trocas sequenciais, novos mostradores no painel e maçanetas externas. A câmera de ré, opcional, que gera imagens em uma tela LCD de 3,5 polegadas no retrovisor, também é novidade na linha. O motor 1.6 16V com etanol gera 130 cv de potência e foi o pontapé inicial nos modelos flex. Os próximos a "alcoolicos" serão o novo Picanto, previsto para agosto, com motor 1.0 de três cilindros, e o sedã Cerato.

Por falar em Cerato, a Kia afirmou que a versão hatch sofreu um atraso devido ao volume de produção na matriz. O modelo era previsto para chegar no começo deste ano, mas, só deve desembarcar no final de 2011.

A outra novidade apresentada pela montadora foi o SUV Sportage. A nova geração do modelo chega com motor 2.0 16V, que gera 165 cv e vem com novo design, incorporando a identidade visual da marca.

O Sportage está disponível em quatro versões com tração 4x2 e uma com tração integral 4WD. A versão de entrada já conta de série com ar-condicionado, CD com MP3, airbag duplo e direção hidráulica, com preço inicial de R$ 83.900. A versão topo-de-linha acrescenta ar-condicionado digital dual zone, teto solar, espelho retrovisor anti-ofuscamento, airbags laterais e de cortina, além de câmbio automático e controle de estabilidade (ESP).

O sedã Optima, outra novidade da marca, apresentada no Salão de SP, chega só em novembro. O Koup, versão cupê-esportiva do Cerato, só em maio.

segunda-feira, 28 de março de 2011

Fiat tira de linha o Siena Attractive

Attractive 1.0 e 1.4 saem de linha no catálogo do Siena
Sem muita mudança, a Fiat tirou de linha algumas versões da linha Siena. Em seu site, a montadora tirou de linha as versões Attractive 1.0 e Attractive 1.4 da ferramenta "Monte o Seu Fiat".

domingo, 27 de março de 2011

Carros de História: Smart Fortwo

Este é o pequeno Smart Fortwo, conhecido por todos pelo seu tamanho.
É o carro mais conhecido por todos, tirando Ferrari e Fusca.

A primeira geração teve um design bem ousado
O Fortwo é o carro principal da Smart, lançado em 1998 como um Cupê para Cidades. O nome Fortwo foi introduzido para este carro por que o Fortwo tem dois assentos e, Fortwo na verdade é for two em inglês, o que significa para dois em português.

O Smart "Micro Compact Car" foi projetado principalmente para uso urbano nas cidades europeias, onde o estacionamento é escasso e a economia de combustível é de grande importância. O comprimento do Smart Fortwo, de apenas 250 cm permite que até três dos veículos podem ser estacionados no mesmo espaço, normalmente tomadas por um carro de tamanho padrão.

Proporcionar a segurança dos passageiros adequado foi um desafio para os projetistas. Para resolver este e fornecer uma estrutura rígida, um sólido de aço "Tridion" deixou visível no exterior como um elemento de design importante, e define o formato básico do carro também. Intercambiáveis ​​painéis de carroçaria de plástico completam o exterior. Com um peso de 730 kg, é um dos carros mais leves do mercado europeu.

A fim de aproveitar ao máximo da zona de deformação mínimo na frente, o Smart Fortwo tem seu motor posicionado na traseira do veículo.

A gama de motores é composta por apenas três motores. Originalmente, o motor a gasolina tinha 599 cilindradas, mas o deslocamento foi aumentado para 698 cc, juntamente com o restyling. Ele está disponível em 37 kW ou 45 kW variantes. O motor turbodiesel tem 799 cc, com 30 kW. Os motores são montados no porta-malas do veículo.

2005 foi o grande ano de mudanças no Fortwo. Ele recebeu a versão cupê e, também um facelift. A traseira continuou com os três faróis traseiros em cada lado e, na dianteira, recebeu um facelift nos faróis e, ao invés de na tampa do motor estar escrito "smart", mudou e, ficou com o emblema "oval deitado" da Smart.
Em 2006 foi lançada a versão "red edition" o Smart. Olhe na foto abaixo que você descobrirá o que é vermelho.
Antes do modelo sucessor do fortwo ficar disponível na Primavera de 2007, o Fortwo red edition foi oferecido para venda como modelo final para marcar o fim do modelo atual. O esportivo de dois lugares foi exibido no Salão de Paris de 2006.

O modelo atual do Fortwo já é tão bom quanto foi vendido para fora e ele conseguiu o status de culto dentro de um espaço muito curto de tempo. Produção devido à alta demanda, em Hambach, França, foi aumentado mais uma vez no início de 2007. Mais de 750 mil veículos foram entregues aos clientes desde o lançamento no mercado em Outubro de 1998.

O edição vermelha do Smart é tão alegre quanto parece: o motor Brabus tem uma potência de 75 cv. Rodas de liga leve 16 polegadas, um spoiler dianteiro e sporty silencioso traseiro de acentuar o aspecto desportivo. E como o nome diz, a célula de segurança Tridion e bodypanels são pintados em vermelho "sangue".

Couro e Alcântara, com costuras elaboradas dominam o interior do smart fortwo R.E. Componentes de contraste especial em "vermelho intenso" e pedais de alumínio ao olhar exclusivo. Ar-condicionado e um sistema de áudio com uma interface de MP3 fazem também parte do pacote. O edição vermelha do Fortwo estava disponível como coupé ou cabrio e os custos de € 20.995 (Coupé) e € 23.695 (Cabrio) respectivamente.
O antecessor (azul) e seu sucessor (vermelho).

Leves mudanças no farol dianteiro e no formato das portas.

O carro continuou com seus 2,50 de comprimento.
Para ir direto ao ponto: o novo Smart podia fazer tudo que o antecessor podia fazer - mas ainda melhor. Isso significa que o novo Fortwo é ainda mais confortável, mais ágil, ainda mais seguro e mais ecológico do que seu antecessor.

A engrenagem funcionando e por dentro mudou ligeiramente e, maior ficou o smart fortwo, ainda mais confortável. A segurança ativa e passiva foram melhorados. A nova unidade de engenharia previa ainda mais agilidade e prazer de condução e também torna o novo smart fortwo ainda mais ecológico.

O projeto foi habilmente desenvolvido e dá ao novo smart fortwo uma aparência fresca, e mais masculino. E ainda assim, mantém o seu carácter inconfundível: você sempre pode contar um smart fortwo, à primeira vista - pelo seu impressionante celular Tridion que é também uma das principais características de segurança, e pelo plástico "bodypanels" inovador, que são extremamente práticos para o negócio.

O novo smart fortwo foi lançado em abril de 2007, com motores a gasolina. O motor de três cilindros tem capacidade de um litro e oferece 61 cv, 71 cv ou 84 cv. A potência do motor do smart fortwo CDi aumentou 10% e agora está em 45 cv.

Todos os motores estão associados a uma transmissão manual automatizada de cinco velocidades da Getrag que também foi reestruturada. As versões a gasolina têm agora uma velocidade máxima de 145 km/h - 10 km/h mais do que o antecessor.
Em 2009, a Smart mostrou o Fortwo EV Concept

Smart é a marca de um dos carros mais econômico e ecológico do mundo: o fortwo. A marca leva vantagens por meio de tecnologias alternativas para desenvolver ainda mais veículos ecologicamente amigável. O smart fortwo Electric Drive demonstra o pioneirismo da marca de carros novos. Como um carro elétrico é livre de emissões, e altamente eficiente. Ela representa a sustentabilidade em seu mais alto nível. O protótipo do sucessor do smart fortwo electric drive foio apresentado nos EUA pela primeira vez durante o NAIAS Autoshow 2009 (Detroit). No final de 2009, a Smart começou a produção do smart fortwo elétrico com bateria de lítio-íon. A empresa está explorando oportunidades para o mercado dos Estados Unidos.

O smart fortwo Electric Drive foi equipado com uma bateria de lítio/íon. A tecnologia de lítio/íon possui vantagens decisivas sobre outros tipos de baterias, incluindo as suas dimensões compactas, de alta performance, menor tempo de carregamento e uma maior confiabilidade.

Em 2007, A Smart começou o Projeto-Piloto em Londres, na Inglaterra, para testar o smart fortwo com tração elétrica. Foram alugados 100 smarts elétricos da série anterior para ganhar experiência no mundo real e determinar a sustentabilidade a longo prazo da tecnologia. O projeto tem provado ser muito bem sucedido com os clientes dando um feedback muito encorajador. Além disso, as autoridades inglesas recompensaram a Smart pelo compromisso isentando os condutores de veículos smart elétrico da taxa de congestionamento de Londres.
Em 2010, foi lançado o Fortwo electric drive. Um protótipo elétrico da próxima geração do Smart
A partir de novembro de 2009, o novo smart fortwo com acionamento elétrico ia sair de linha na fábrica da Smart em Hambach, França. Ao contrário de seu antecessor, o fortwo eletricamente da segunda geração é equipado com uma bateria de lítio/íon inovador e altamente eficiente. Está localizado em uma posição de economia de espaço entre os eixos, o que significa que o espaço não é comprometido de nenhuma forma no Smart de dois lugares. Um motor elétrico de 30 kW é montado na traseira. Isto fornece uma boa aceleração e agilidade alta, com 120 mkgf de torque, que estão disponíveis imediatamente. O smart fortwo electric drive pode ser carregado em qualquer tomada caseira normal. Na Alemanha, uma carga completa custa cerca de dois euros e é suficiente para uma autonomia de cerca de 115 km - mais do que suficiente para o tráfego da cidade. A smart fez ao acionamento elétrico uma alternativa prática para a mobilidade de emissões zero nas áreas urbanas. O novo smart fortwo elétrico está inicialmente sendo alugado a clientes em Berlim e outras cidades na Europa e nos EUA que serão sujeitos a tendências do ambiente de teste do mundo real intensiva em condições duras de todos os dias. A partir de 2012 estará disponível a qualquer pessoa interessada.
Ambiental facilidade e funcionalidade contemporânea foram características marcantes do smart fortwo, desde que foi lançada há quase 13 anos atrás. Desde então, seu conceito inovador tem sido sustentável para o futuro das tecnologias de mobilidade urbana individual. Com uma extensão de pouco mais de dois 2,50 m do veículo compacto também pode estacionar perpendicularmente ao fluxo de tráfego. Além disso, a economia de espaço e ambiente de dois lugares tem atualmente o menor consumo de frota e traz os seus ocupantes para o seu destino com conforto e segurança. Seu design é fresco, jovem, moderno e sofisticado e ainda tornou um ícone de estilo de vida automotivo, que mostra que a mobilidade, a responsabilidade com o ambiente e o jeito de viver são compatíveis uns com os outros. O smart fortwo criou uma classe própria.
No final de 2010, foi lançada a terceira geração do Fortwo.
Design mais esportivo e masculino.
O carro está disponível nas versões cupê e cabriolet.
A nova geração do smart fortwo foi lançada no Outono de 2010 com um novo olhar interior, um exterior atualizado e até mesmo motores mais ecológicos. A gama de cores disponíveis para o exterior agora inclui um acabamento mate na moda. Além disso, a célula de segurança Tridion está opcionalmente disponível em branco e as novas cores vermelho e azul expandiram a escolha de cores disponíveis para o Fortwo Cabrio. Luzes LED de condução diurna e rodas de liga novas oferecerem ainda mais oportunidades para a personalização. Tecidos frescos e cores e um design novo determinam o ambiente interior de alta qualidade. Os sistemas de comunicação e entretenimento são características de tecnologia de ponta. Os veículos são movidos por motores movidos a gasolina que foram aperfeiçoadas com os 45 kW e 52 versões que emitem menos de 100 g / km de CO2 - um novo marco. A Smart está comemorando a chegada da nova geração, com um modelo limitado de boas-vindas ostentando equipamentos de alta classe.

A nova geração do Fortwo tem dois lugares inovadores e é ainda mais atrativo e ambientalmente amigável. Marc Langenbrinck, Diretor de Manuseamento da Smart diz: "Nós continuamos a trabalhar arduamente para tornar os nossos modelos Smart ainda melhor e mais desejável em todos os aspectos. A nova geração do smart fortwo é perfeito para o nosso tempo. Ele é atraente e tem estilo. Dispõe também materiais de qualidade, atenção aos detalhes visíveis, ainda mais conforto e funcionalidade avançada. E não se esqueça que os motoristas Smart têm muitas vezes uma maneira não convencional de pensar e buscar alternativas. A nova geração do smart fortwo com sua vasta gama de motores e oportunidades de personalização atende às suas necessidades".

Curiosidades do Mundo Automotivo: Nossos Volks lá fora

Passeando pelo site da Volkswagen da Alemanha (Deutschland), vi três curiosidades interessantes e, não sei se você já sabia.
1ª: Quando a Volks mostra um carro em um Salão, que não seja conceito, dois dias depois do fim do Salão o carro já está à venda.
2ª: Alguns dos nossos carros aqui, são chamados por outro nome lá fora, como o caso da nossa atual Jetta Variant.
3ª: Se aqui existisse Jetta Hatch, teria a cara do Golf alemão, uma geração adiantada do nosso Golf.
Jetta Variant, chamada lá na Alemanha como Golf Variant
Golf Cabriolet, apresentado em Genebra. Aqui ele seria concerteza o Jetta Cabriolet.
Todos já conhecem a nossa Jetta Variant, né? um pequeno fruto da 6ª geração do Golf, que ainda não veio. Ah, e por que eu disse que quando um carro é apresentado em um Salão, ele já é diretamente disponível a venda? É o caso do Golf Cabriolet e do Tiguan, que foram apresentados em Genebra e, já no começo de março, já estavam no site alemão.
Fox: Aqui já tem a 2ª geração e lá, tem nem Spacefox e Crossfox.
Até que enfim o Brasil mais adiantado que a Alemanha, nós já temos a segunda geração do Fox! Lá, a cor de entrada do Fox é a cor "Amarelo Ímola". Aqui, o Fox tem uma grande família, composta pelo hatchback Fox, a perua Spacefox e o aventureiro Crossfox que, aqui, a cor de entrada, no lançamento em 2006, foi a "Amarelo Ímola". Aqui toda a família Fox já está na segunda geração e, como dito que a cor de entrada do Crossfox foi o amarelo, na 2ª geração, foi a "Laranja Atacama".

sábado, 26 de março de 2011

Esse carro vale a Pena? Fiat Bravo

Tá na dúvida entre Fiat Bravo? Qual versão comprar? Eu te falo!
Olá pessoal! Se você está pensando em um Fiat Bravo e, não sabe qual versão comprar? Eu te digo qual a melhor. O Bravo tem quatro versões, mas tem a quinta também, a versão T-Jet, que chega só no começo de abril. O Bravo, tem a versão topo-de-linha, a Essence 1.8 16V Flex 4P, que também é a mais barata, que custa R$ 55.480. Tem também, a Essence 1.8 16V, só que com o câmbio Dualogic, que custa R$ 58.090. A Absolute 1.8 16V Flex 4P custa R$ 62.560 e, a Absolute 1.8 com câmbio Dualogic custa R$ 65.530. Eu escolhi a versão Essence 1.8 Dualogic, a que tem mais equipamentos.

Dentre as cores, o Bravo tem três sólidas: Branco Banchisa, Preto Vulcano e Vermelho Alpine, que custam nada. Tem também as metálicas: Azul Maserati (a que eu escolhi), Bege Savannah, Cinza Cromo, Cinza Scandium, Cinza Tellurium, Prata Bari, Preto Vesúvio e Vermelho Magma, que custam R$ 1.015.

Dentre os opcionais, eu escolhei, Freios ABS (R$ 795), Ar-condicionado automático Dualtemp (R$ 2.323), Volante em couro com comandos em rádio (R$ 364), Rebatimento elétrico dos retrovisores externos (R$ 334), Kig High Tech (R$ 726), Som Hi-Fi com Subwoofer (R$ 698), Sensores de estac. Dianteiros e Traseiros (R$ 1.204), Kit parafusos anti-furto (R$ 132), e Kit Esportivo 2 (R$ 2.621).

Pronto! o meu Bravo acabou custando R$ 68.302, quase R$ 3.000 mais caro que o Absolute Dualogic. Se você está em busca do motor E.torQ, não se preocupe, todas as versões do Bravo já vêm com esse motor. Aí, você se pergunta: O Fiat Bravo é bravo mesmo? Aí eu digo: Depende da versão que você escolheu. As versões mais "bravas" são as com câmbio Dualogic, no qual apenas Essence e Absolute têm. O Fiat Bravo é um bom carro, mas tem lá seu custo. Se você quer um Bravo ainda mais esportivo e forte, espere chegar a versão T-Jet, que chega no começo de abril e, deve custar, em torno de R$ 70 a 72 mil.

Próximo carro da série: Ford Focus Titanium Sedan.

Você já Percebeu? Chevrolet sem novas gerações

BLAZER: Desde 1995 com o mesmo visual. mudanças apenas em painel e gravatinha dourada.
S10: Por fim, uma nova geração o espera
MERIVA: A mais odiada entre as pré-históricas, a minivan mais feia do Brasil desde 2002
CORSA HATCH: Desde 2002 assim, mas até que ele é bonito e, em 2007, recebeu um toque negro nas lanternas traseiras
CORSA SEDAN: Desde 2002 também. É bonito mas devia ser mais atualizado
ASTRA: Não sei a diferença entre o hatch e o sedã desde 2003. É um bom carro, mas, parce que por fim, deve ser substituído pelo Cobalt (GSV) esse ano
Vasculhando pelo site da Chevrolet eu percebi umaa coisa: A Chevrolet, que está em 2011, está com os mesmos carros que chegaram aqui entre 1995 a 2003. Tá, tudo bem temos alguns carro que estão em linha desde 1980 e, que, de lá para cá já tem de três a cinco gerações. Uns facelifts leves atingiram alguns dos carros das fotos acima, mas, nenhum deles recebeu uma nova geração depois dessas.

Blazer e S10 receberam umas reestilizações nas grades, mas, nenhum deles ganharam uma nova geração. Os dois, receberam pequenas alterações em faróis, painéis e motores. A S10, já se sabe que deverá ganhar uma nova geração (ou uma sucessora) ainda nesse ano. Mas, e a Blazer? Ganhará alguma coisa? Ou sairá de linha?

A Meriva, a minivan mais feia do Brasil, desde 2002, recebeu leves alterações apenas em motor e farol traseiro. Aqui perto de casa, eu não vejo tantas, mas vejo tantas mesmo são Merivas de taxístas. Vejo mais Meriva taxí do que um próprio Santana (carro curricularizado de taxísta).

A família Corsa, desde 2002, assim. É um belo carro, mas, bem que poderia receber uma nova geração. O Gol, de 2002 para cá, já ganhou duas gerações. Bem que o nosso Corsa podia ficar com a cara do Opel Corsa, só que com a nova grade bipartida da Chevrolet.

O Astra genhou essa nova geração em 2003 e, temos que confessar que ele é um carro bonito. Fontes ligadas à Chevrolet dizem que ele pode ser substituído pelo Cobalt, o carro conhecido como Projeto GSV (Global Small Vehicle). Mas, o Astra tem duas versões, Hatch e Sedã e, até hoje não consigo ver diferença. Dizem que é pelo tamanho da traseira mas, é difícil reparar.

Tem alguma projeção de como poderia ficar os carros da Chevrolet acima? Mande um email para conhecaomundodoscarros@gmail.com e, coloque seu nome e fale um pouco sobre o carro. Até a próxima quinta com o próximo post da série "Você Já Percebeu?".

quarta-feira, 23 de março de 2011

Blog italiano revela Novo Tiida

Esse visual novo ficaria melhor no Tiida Sedan
Ficou mais bonito, mais ainda é feio... e tosco
Já está cansado de ver aquele velho e feio Nissan Tiida/Versa? Assinei em baixo e Deus nos ouviu! Poisé, o Nissan Tiida está com os dias contados! A nova geração dele foi flagrada pelo site italiano Joke For Blog. Pelo visto, a nova geração do modelo terá um desenho bem mais esportivo, conforme mostram as fotos mostradas a cima.

As linhas do compacto lembram modelos que são conhecidos dentro da Nissan pelo design arrojado e agressivo, como o crossover Murano e o utilitário esportivo Cai mas Não Cai (Qashqai). As fotos revelam ainda um farol de aparência mais simples, sem refletores duplos e que provavelmente será usado nas versões top do Tiida.

A nova geração do Tiida deve fazer sua estreia mundial no 4º trimestre de 2011, lá na terra do Sol Nascente. Ainda não há previsão de quando o novo modelo vai chegar no Brasil.

Que venha logo, não aguento ver aquele Tiida muito feio. Por falar em Nissan, vi um Livina X-Gear sendo usado como taxi. Que feio! Já era feio e ficou mais feio! Aff...

terça-feira, 22 de março de 2011

Veja como ficou o facelift do Corolla

Porcentagem de mudança nesse facelift: 1.4%

Lembra o grande Camry, não?

O faról foi redesenhado

As lanternas traseiras ganharam um toque translúcido

O painel tem mais equipamentos mas ficou mais feio.
Se você é homem e comprometido, provavelmente já enfrentou a ira de sua mulher por não ter reparado no cabelo novo dela. O episódio é corriqueiro nos relacionamentos, e de certa forma ilustra, é igualzinho ao da Toyota no Corolla 2012.

À primeira vista, é mais difícil perceber onde estão as novidades do que tirar doce da boca de um neném. É preciso um olhar (muito) mais atento para perceber as mudanças realizadas pela Toyota. Além da nova grade frontal - bem parecida com a do Camry - e do para-choque redesenhado, o sedã médio ganhou lanternas renovadas, que exibem mostradores circulares envolvidos em uma seção translúcida.

As novidades mais significativas estão longe dos olhos. A transmissão manual de seis marchas é o presente para as versões mais baratas, enquanto que a motorização 1.8 16V ganhou a tecnologia toyotista Dual VVT-i, que nada mais é do que o sistema de duplo comando de abertura variável das válvulas, nas fases de admissão e escape.

A gama de versões oferecidas pela Toyota é a mesma. A versão topo-de-linha ainda é a XLi, que vem equipada com ar-condicionado, direção com assistência elétrica, travamento automático das portas a 20 km/h, vidros dianteiros elétricos, computador de bordo, retrovisores com regulagem elétrica, rodas de aço com calotas e airbag duplo.

A versão GLi adiciona vidros elétricos nas portas traseiras, computador de bordo com seis funções, freios ABS, chave com comandos para fechamento dos vidros e abertura do porta-malas e painel com iluminação diferenciada (chamada pela Toyota de OPTITRON).

O Corolla XEi, que é oferecido somente com o motor 2.0 Flex e transmissão automática, agrega airbags laterais, sensor crepuscular (que acende os faróis automaticamente em ambientes com pouca luz), sistema de som com entrada auxiliar, Bluetooth, piloto automático, luzes de seta nos espelhos retrovisores e bancos revestidos em couro.

A opção mais requintada é a Altis, recheada com banco do motorista com ajuste elétrico, revestimento diferenciado com alguns apliques de madeira e tons escurecidos, sensor de chuva, câmera de ré com imagem reproduzida no retrovisor interno e faróis de xenon. A linha Corolla 2012 começará a ser vendida a partir do dia 29 de março.

Veja os preços das versões do Corolla 2012. A pintura metálica adiciona mais R$ 930 ao valor final:
Corolla XLi 1.8 16V (manual): R$ 63.600
Corolla XLi 1.8 16V (automático): R$ 67.600
Corolla GLi 1.8 16V (manual): R$ 67.100
Corolla GLi 1.8 16V (automático): R$ 70.600
Corolla XEi 2.0 16V (automático): R$ 76.800
Corolla Altis 2.0 16V (automático): R$ 86.600

Fotos: Quatro Rodas

Comparado com o Corolla atual, esse facelift tá mais para "feíce-lift.

Chevrolet mostra o conceito que poderá servir de inspiração para a próxima S10

Ficou bem robusta e bonita a nova Colorado. Quem dera se fosse a nossa nova S10...

A sucessora da S10 (nos EUA), ganhou uma traseira maior e com opção de cabine estendida

No início do Mês, a Chevrolet mostrou o esboço da nova Colorado, Daí, os brasileiros logo se interessaram pela picape conceitual, que antecipa as formas da substituta da véia S10. Ontem (estamos atrasados) , 21 de março, a Chevy revelou imagens oficiais da picape, pra alegria de quem gosta de caçambas!

A Colorado tem porte musculoso e linhas que acompanham as tendências de estilo presentes nos lançamentos mais recentes da Chevy. Estão lá a grade frontal dividida por uma barra horizontal e os faróis parecidos com outros modelos, como o SUV que vem nos captivando (Captiva). O visual imponente é ressaltado pela profusão de vincos espalhados pela carroceria.

O interior parece estar pronto para ganhar a linha de montagem. O acabamento tem qualidade bastante superior ao da "véia" S10 e segue o padrão de suas futuras rivais, que se aproximam mais de um automóvel de passeio que o de um utilitário.

O motor que equipa a Colorado é um 2.8 TurboDiesel, que não teve suas especificações reveladas pela Chevy.

E se for para inspirar a nossa S10? Que seja assim neh? Mas... uma curiosidade: Com a Nova S10, ainda teremos Blazer (lógico)? Ou ela ficará com a cara da Colorida (e não, eh Colorado)?

domingo, 20 de março de 2011

Carros de História: Fiat Uno

Em 1983, foi lançado o novo mundial da Fiat, o Fiat Uno, derivado do Fiat Panda

O carro adotava o novo formato Fiat da época, o "quadradão"

A primeira cidade em que o Uno botou seus pés (ou melhor, as rodas), foi a cidade de Cabo Canaveral, no centro da Flórida.
A primeira geração do Fiat Uno seguia o segmento dos supermini, e. foi lançado em todo o planeta. O Uno começou a produção em 1983, e permanece em produção em todo o mundo até hoje, apesar de ter encerrado a produção na Itália, em 1995, dando lugar ao irmão quase igual Panda.
O Uno foi lançado em 1983 para substituir o Fiat 147, que já estava envelhecido. Desenhado pelo estúdio ItalDesign Giugiaro, o seu corpo alto e quadrado e um baixo coeficiente aerodinâmico, o Uno ganhou muitos elogios para o espaço interior e economia de combustível. Foi eleito o "Carro do Ano em 1984 por uma margem pequena sobre o Peugeot 205 (seu principal concorrente) e a Geração 2 do Golf (lá na Europa). Inicialmente, o Uno foi oferecido com as motorizações a gasolina, bem como um motor diesel 1.0, 1.3 e 1.4. O Uno estava disponível como um hatchback de 3 ou 5 portas.


Foi lançado, em 1985, o Uno Turbo, com a marcante cor Amarelo Modena.

Outra versão, lançado mais tarde, era o Uno Turbo i.e. Com spoiler e cores vermelho e preto.
A partir de 1985, o novo 1.0 totalmente integrado ficou mais robotizado com o motor Fire, o que deu um melhor desempenho e economia. Também em 1985, o hatch ganhou uma versão Turbo, com um turbo IHI derivado do Ritmo, com motor 1.4 oferecido inicialmente com 105 cv.
Um pequeno facelift dianterio chegou ao Uno, em 1989
Uno passeando em Cabo Canaveral


Em setembro de 1989, o Uno recebeu um facelift leve, que viu as revisões para a carroceria. O interior também foi revisto. Neste momento, o motor italiano 1.1, já velho, foi substituído por uma versão quente, deriavdo do Tipo, que substituiu o motor 1.4  deriavdo do Fiat Ritmo derivados do 1.3, que substituiu os motores topo-de-linha do Uno Fire e Turbo. O Uno Turbo i.e. também foi reestilizado, e ficou vermelho (na foto já vista antes), e atualizado com uma turbina Garret T2, e uma injeção eletrônica Bosch LH. A produção do Uno parou na Itália, em 1995, com vendas em toda a Europa Ocidental. Mais de 6 milhões de Unos foram vendidos na Europa. O substituto do Uno na Europa foi o Fiat Punto, que havia sido lançado no início de 1994.
Em 1985, foi lançado o Fiat Uno Sedan, conhecido no mundo todo como o Fiat Prêmio/Duna
Poucos meses depois, doi lançada a Uno Weekend, ou Elba como preferir

E em 1987, o Uno pick-up, chamado de Fiorino, para completar a família Uno

Após a produção do Uno ser encerrada na Europa Ocidental, o Uno continuou a ser fabricado e vendido em muitas outras regiões. Na África do Sul, o Uno foi montado sob licença da Nissan, que comercializava como o Uno até 2005. Produção na fábrica da Fiat na Polônia durou até 2002.  
O carro ainda é vendido aqui no Brasil, onde uma versão sedan chamada de Prêmio/Duna e uma perua chamada Elba também estavam disponíveis. Atualmente, o carro é vendido como Fiat Mille, um modelo de entrada, e recebeu o facelift mais recente no ano de 2004. A linha 2005 do Mille aqui, recebeu um sistema Flex Fuel, permitindo que o carro podia utilizar etanol ou gasolina como combustível. Mais existe também a versão equipada para estradas não pavimentadas, chamada de Mille Way, que inclui uma suspensão mais resistente, rodas maiores eproteções laterais. O Uno também é montado em forma de CKD no Paquistão e, recentemente, elevou o Brasil que construiu o Novo Uno, que foi exportado para a África do Sul recentemente, e que já atingiu a marca de 8 milhões de Novos Uno produzidos.
Em 2004, o Uno ganhou um facelift, e ganhou o nome de Mille.
O Mille ganhou também a versão Way, que é usada pra estradas não pavimentadas.
Em 2004, o Uno recebeu um facelift e, ganhou também, a versão Way. O Uno continuava com o visual quadrado e, contém motores 1.0 Fire, 1.0 Way, 1.4 Fire e 1.4 Way. Também foi lançado o Uno Furção, versão pequena da Fiorino, que só existe com essa versão do Uno.
Em maio de 2010, foi lançado o Novo Uno, que adota o visual "quadrado arredondado", e vem nas versões Attractive, Vivace e Way.

Uno Vivace: versão de entrada do Uno.

Uno Way: versão aventurerira, para concorrer com o Gol Rallye.

Motor 1.4 Fire EVO do Novo Uno

Marca registrada desse Novo Uno, as três entradas de ar, ao lado do faról direito

Painel do Novo Uno.
O novo Fiat Uno, um modelo arrojado de conceitos e linhas, veio a redefinir o segmento de carros compactos. É simplesmente único. One. Unique. Singular. Individual. É assim que o dicionário define a palavra "Uno". E é assim que o novo carro da Fiat é.

O novo Fiat Uno vem com todos os atributos que lhe farão uma nova história de sucesso. Além do novo conceito e as linhas arrojadas, ele permite um nível com personalização no nosso mercado brasileiro. Um novo ícone no segmento. Com inúmeras opções de fábrica e concessionárias, o cliente pode personalizar o carro ao seu gosto, com os itens opcionais e acessórios, transformando o Novo Uno em uma extensão de sua individualidade própria.

No entanto, por trás do visual inovador, há também uma máquina bem-definida. Ele marca a estréia de dois novos motores - 1.0 Fire e 1.4 Fire EVO, ambos Flex - que incorporam tecnologias modernas para garantir um excelente desempenho com economia de combustível e baixo nível de emissões.

Para formular o conceito do novo modelo e atingir as suas surpreendentes formas, os designers do Centro de Estilo Fiat da América Latina e do Centro de Estilo da Fiat da Itália não conseguiram adivinhar o que o consumidor queria. Pelo contrário - o primeiro que falou com o cliente e, só então, eles começaram a criar o carro. A comunicação aberta foi adaptada em todo o desenvolvimento, até as clínicas do produto com o tamanho real e os modelos de estilo internos e externos. Dessa forma, não havia espaço para erros.
Esse aí é o Uno Sporting, versão esportiva com motor 1.4 do Uno.
Em janeiro desse ano, foi lançado o Uno Sporting, um carro que tem motores 1.0 e 1.4. O carro é uma versão esportiva do Uno, ainda mais esportiva que o Uno Way. O carro vem nas cores Preto vesúvio, Amarelo Indianápolis, Laranja Nemo, Branco Banchisa e Vermelho Alpine.
Este é o Uno conversível, ou Uno Cabrio
Em 2010, no Salão de São Paulo, foi lançado o Uno Concept Cabrio, versão conversível e, ao mesmo tempo esportiva. Há pouco tempo, o Uno barrou o Gol e, ganhou o título de carro mais vendido da primeira quinzena de fevereiro. Mas, isso ainda não está decidido, o Gol segue firme na luta.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Blogs/sites parceiros