terça-feira, 23 de novembro de 2010

No Salão de Los Angeles: Chevrolet Camaro Cabriolet


A Chevrolet revelou a versão 2011 conversível do muscle-car Camaro no Salão de Los Angeles.

Sob o capô, o motor de entrada do modelo será um V6 com 316 cv de potência. O Camaro conversível ainda vai contar com um propulsor 6.2 V8 na versão SS, que entrega 426 cv (o mesmo conjunto que equipa o cupê importado para o Brasil).
O visual agressivo da versão cupê ficou ainda mais imponente sem a capota. A dianteira de traços marcantes - com uma vistosa grade frontal e faróis de personalidade - contrasta com uma lateral de desenho harmonioso. Não há vincos desnecessários pela carroceria do Camaro: até os espelhos retrovisores parecem ter sido cuidadosamente desenhados para completarem o conjunto. Na traseira, destaque para os pares de lanternas vermelhas, mais um detalhe inspirado nas gerações anteriores do carro.

O interior é, talvez, a parte mais nostálgica do Camaro conversível. Os mostradores redondos com molduras quadradas e o desenho dos comandos de ar-condicionado e do sistema de som entregam a inspiração no passado. Os quatro mostradores à frente da alavanca do câmbio completam o visual retrô.
As vendas do Camaro conversível estão previstas para março do próximo ano e o preço do modelo parte de US$ 30.000. Ainda não se sabe se a versão conversível do Camaro chegará ao Brasil.

quarta-feira, 17 de novembro de 2010

Volkswagen pensa em comprar a Ferrari


O Grupo Volkswagen é o maior grupo de automóveis da Europa, contando com grandes marcas como Lamborghini, Bugatti e Bentley, e ainda estar finalizando o processo com a Porsche.

Mas a coisa não para por aí, o grupo alemão pode comprar uma das mais tradicionais marcas, a Ferrari. Mas você pode estar se perguntando: "A Volkswagen não já é dona da Lamborghini, a maior rival da Ferrari, lá em Maranello. Atualmente a Fiat é a dona da Ferrari.

A Fiat já mostrou interesse em vender a marca de esportivos para ganhar dinheiro. Já a Volkswagen tem 27 bilhões de dólares na sua caixa, e seu presidente, Ferdinand Piech compraria qualquer marca que quisesse.

O futuro da Ferrari, se isso realmente acontecer, só a Volkswagen sabe.

quinta-feira, 11 de novembro de 2010

Toyota Corolla 2.0 XE-i: Carro do ano 2010 eleito por você!

Para quem não se lembra, fizemos uma enquete para decidir qual será o carro do ano 2010. Eram sete carros, e um deles seria o campeão, e foi decidido aos 35 minutos do 2º tempo, o Toyota Corolla 2.0 XE-i é o carro do ano 2010 eleito pelos internautas do Conheça o Mundo dos Carros. Veja como foi o final da votação:

1º Toyota Corolla 2.0 XE-i: 25%
VW Amarok Aut. / Hyundai ix35 16V: 16%
Ford New Fiesta 1.6 SEL / Kia Soul: 12%
Chevrolet Agile 1.4 LTZ / Fiat Punto Essence: 8%

O Corolla ganhou de 9% de vantagem sobre Amarok e ix35.

Teria 2º turno se os dois mais votados tivessem apenas 2,5% de diferença.

Ano que vem terá mais!

domingo, 7 de novembro de 2010

Por dentro do Salão do Automóvel 2010: Lamborghini Gallardo Superleggera



Mais rápida, mais leve e mais bonita. A Gallardo LP570-4 Superleggera é exagerada em todos os aspectos e promete chamar bastante atenção no estande da Lamborghini no Anhembi. Em comparação ao Gallardo LP560-4, a nova máquina italiana é 70 quilos mais leve. O peso total do modelo é de 1.340 quilos, o que faz dela a Lamborghini mais leve já produzida para rodar nas ruas.

O segredo para chegar a um peso tão baixo está no uso abundante da fibra de carbono, presente tanto na parte externa quanto no interior do carro. Teto, difusores, aerofólio traseiro, capas dos espelhos retrovisores e algumas peças utilizadas na parte de baixo do carro são confeccionados com o material. Já a vigia traseira e as janelas laterais são feitas de um tipo de policarbonato reforçado.

Com 4,39 metros de comprimento, 1,90 metros de largura e somente 1,17 metros de altura, a Gallardo Superleggera impressiona pelo visual imponente. As linhas agressivas ficaram ainda mais exclusivas com o novo desenho do para-choque dianteiro, que ganhou elementos trapezoidais e entradas de ar maiores.

A parte inferior pintada em preto dá um toque intimidador ao esportivo e contribui para melhorar a pressão aerodinâmica. Na traseira, o para-choque foi redesenhado para abrigar os dois pares de ponteiras de escape. Um discreto aerofólio vem de série, mas pode ser substituído por uma peça mais vistosa, que é vendida como opcional.

O interior possui um par de bancos do tipo concha moldados em Alcântara de baixo peso ao invés de couro. Mas, ao contrário de outros esportivos, que são praticamente depenados em nome da redução de peso, o Gallardo Superleggera conta com ar-condicionado e vidros elétricos de série.

Na hora de acelerar, o bólido não decepciona. O motor 5.2 V10 gera uma potência de 570 cv, que faz com que o bólido acelere de 0 a 100 km/h em 3,4 segundos e atinja os 200 km/h em apenas 10,2 segundos. A velocidade máxima declarada pela fabricante é de 325 km/h e a transmissão sequencial com trocas de marcha por meio de borboletas forma um belo conjunto com o propulsor.

Rodas de 19 polegadas feitas de uma liga leve de titânio, freios com sistema anti-travamento (ABS) e controle de estabilidade (ESP) também equipam o Gallardo. Opcionalmente, a máquina pode ser equipada com discos de freio de cerâmica e fibra de carbono, que contam com seis pistões na dianteira.

Quem ainda não estiver satisfeito e quiser mais exclusividade ainda pode optar pelo programa Ad Personam, que oferece inúmeras combinações para deixar o Lamborghini com a sua cara.

sábado, 6 de novembro de 2010

Adeus Pontiac !

A marca que participava do grupo General Motors, representava à 2% das vendas dos EUA.
Firebird um dos modelos de mais sucesso da Pontiac, dará muita saudade aos americanos.
Bonneville carro famoso nos anos 50. A versão acima é a de 2002.
Aztek essa perua foi candidata à ser o carro mais feio do mundo. Essa perua parece uma minivan, mas é certamente uma station wagon.
O Sunfire não foi muito famoso, tinha apenas 8,2% das vendas da Pontiac.
Montana com o mesmo nome da picape da Chevrolet, essa minivan passou por várias reestilizações, mas acabou saindo de linha em 2010.
Solstice o modelo mais famoso atualmente da Pontiac, faliu. O carro poderia ser feito agora pela Chevy, mas o roadster faliu junto com sua montadora.
O Pontiac GTO foi um dos maiores esportivos das décadas de 60 e 70. Até hoje é sonho de consumo de muita gente, e marcou época com a versão "The Judge".
Agora é fato. A marca Pontiac, do grupo General Motors, deixou o mercado mundial. A marca representava apenas 2% das vendas dos EUA. Além de fazer bons carros, a marca não surpreendia, mesmo com Solstice em suas mãos, o número de vendas da Pontiac era péssimo. Em 2009, a General Motors anunciou que a Pontiac ia sair do mercado no ano de 2010, dito e feito. A marca deixou seus carros em vão, que agora só vão ser vendidos em lojas de carros usados ou em auto-shoppings. Quer relembrar os modelos? acesse o site oficial da Pontiac: http://www.pontiac.com/ 

Apesar do site estar em inglês, vale à pena ver os modelos dessa grande marca.

Por dentro do Salão do Automóvel 2010: Honda Insight

O híbrido Honda Insight possui linhas muito parecidas ao conceito exibido no Salão de Paris em 2008, além de ser também muito similar ao FCX Clarity. O modelo, criado para competir com o Toyota Prius, já está à venda no Japão, Europa e Estados Unidos.

O sedã está disponível em duas versões de acabamento, LX e EX, ambas equipadas com um motor a combustão de 1,3 litro que gera 98 cv de potência e torque de 17 kgfm e outro motor elétrico que produz 13 cv a 1500 rpm e torque de 8 kgfm a 1000 rpm. Com autonomia de 643 km, o modelo possui um consumo médio de 22,7 km/litro e 101 g/km de emissões de CO2. O Insight conta ainda com uma tecnologia que informa o motorista sobre a forma de dirigir mais econômica e que produza menos dióxido de carbono.

As dimensões do sedã são 4,37 m de comprimento, 1,42 m de altura, 1,69 m de largura e entre-eixos de 2,55 m. A capacidade do porta-malas é de 450 kg, podendo chegar a 891 kg com os bancos rebatidos. O híbrido traz de série airbags frontais e laterais, freios com ABS (anti-travamento) e EBD (distribuição eletrônica de frenagem), controle de tração, câmbio automático CVT, monitor de pressão dos pneus, ar condicionado, bancos de couro, conexão via Bluetooth e sistema de navegação na versão topo de linha.

Por dentro do Salão do Automóvel 2010: Toyota FINE-S


O Toyota FINE-S é um conceito superesportivo movido a célula de hidrogênio. Segundo a marca, o veículo é uma amostra de como os carros abastecidos com fontes alternativas de energia podem também apresentar um bom desempenho.

Com um design bastante aerodinâmico e próximo ao solo, o conceito possui 4,41 m de comprimento, 1,87 m de largura, 1,25m de altura e distância entre-eixos de 3 metros. Por dentro, o habitáculo tem capacidade para abrigar até quatro pessoas.

sexta-feira, 5 de novembro de 2010

Por dentro do Salão do Automóvel 2010: Mahindra Xylo

Com o objetivo de avaliar a aceitação do público brasileiro, a indiana Mahindra traz para o Salão de São Paulo o Xylo, um MPV (Multi Porpose Vehicle) com capacidade para 8 passageiros. O modelo foi lançado no início de 2009 e é considerado um dos veículos mais completos e luxuosos fabricado na Índia.

Quanto ao design, destaque para a grade frontal característica dos modelos da Mahindra. A traseira é alta e exibe linhas retas, com a porta do bagageiro com abertura lateral e as lanternas traseiras posicionadas nas colunas. Segundo a marca, o Xylo combina o conforto de um sedã com a agressividade de um SUV.

Na Índia, o modelo está disponível em quatro versões, sendo a topo de linha equipada com ar-condicionado digital com ajustes individuais, direção hidráulica, vidros e travas elétricas, alarme com imobilizador, bancos dianteiros “flat-bed”, rádio com MP3, entrada USB e DVD player, tela retrátil no teto, bancos em couro, limpador de para-brisa traseiro, sensor de estacionamento, computador de bordo com GPS, bandejas retráteis nos assentos traseiros, rodas de liga e faróis e lanternas de neblina. A tecnologia flat-bed, inspirada nos aviões, permite transformar os dois assentos dianteiros e os da segunda linha em uma cama. O acabamento interno está disponível nas cores preto, granito e madeira.

O Xylo possui motor turbodiesel de 2.5 litros com intercooler que desenvolve 112 cv de potência e torque máximo de 24 kgfm. Esse motor funciona em conjunto com o câmbio manual de cinco velocidades. O modelo atinge a velocidade máxima de 155 km/h e acelera de 0 a 60 km/h em 5,8 segundos. Seu consumo varia de 12 a 14 km/l.

A empresa indiana irá divulgar as informações sobre o lançamento do modelo e a versão que será comercializada no mercado brasileiro somente após analisar o resultado da feira. O Mahindra Xylo custa de 12.826 dólares a 15.805 dólares no mercado indiano. A marca exibe também em seu estande os utilitários SUV, Pick-Up Cabine Dupla e Pick-Up Chassi.

terça-feira, 2 de novembro de 2010

Por dentro do Salão do Automóvel 2010: Kia Soul' ster

O Soul’ster bem que poderia ser fabricado pela Kia Motors, mas é provável que o irreverente protótipo jamais ganhe as ruas. O veículo foi apresentado no Salão de Detroit de 2009 e é um crossover na essência. Ele mistura características de vários segmentos, combinando o porte de um monovolume com a liberdade proporcionada pelos conversíveis.
O protótipo possui teto rígido removível, dividido em duas partes independentes, acima das duas fileiras de bancos. A estrutura é semelhante ao Soul de produção, embora o visual seja totalmente diferente da coluna “B” para trás. No geral, o carro lembra bastante uma picape, com a linha de teto mais parecendo duas barras de proteção.

Na dianteira, o para-brisas foi encurtado, de modo a passar uma imagem mais esportiva. O modelo exibe detalhes típicos dos carros conceito, como faróis com iluminação por LEDs, assim como as luzes de seta na lateral e nos espelhos retrovisores. As rodas de liga leve tem 19 polegadas e são diferentes do Soul, enquanto as ponteiras do escapamento são de aço escovado.

No interior, o protótipo de duas portas oferece lugar para apenas quatro passageiros, mas oferecendo boa flexibilidade, já que os assentos traseiros são rebatíveis, abrindo espaço para mais carga, se necessário. Todo o interior, principalmente os bancos, possuem desenho bastante futurista.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...