quinta-feira, 2 de setembro de 2010

Fielder x 307 SW x Mégane Grand Tour: Primeiro lugar

Renault Mégane Grand Tour

A Mégane venceu dois adversários de peso: Fielder e 307 SW


A Mégane se apresenta com boas credenciais para o segmento das peruas. A primeira delas é a relação custo/benefício. Ela custa 70 460 reais e traz de série - a mais que a Fielder - câmbio seqüencial, computador de bordo, piloto automático e comandos do rádio na coluna de direção. Por isso mesmo, neste comparativo, a briga da Mégane foi com a Peugeot. Com características, equipamentos e desempenho tão próximos, a Grand Tour venceu por ser mais barata, uma diferença de 9 400 reais em relação à 307. Dos números para os ângulos. De um lado, a Mégane traz linhas renovadas e tão acertadas quanto as do sedã - ela foi concebida no início do projeto, junto com toda a família. De outro, a 307 SW chega com um estilo mais ousado, recém-adotado na linha. No interior, as tonalidades mais escuras, o teto de vidro com cortina removível e os detalhes cromados colocam a 307 acima da rival. Ainda assim, não custa lembrar que as duas peruas oferecem bom espaço tanto internamente quanto no porta-malas, que supera os 500 litros.
A Renault conseguiu melhorar o acerto de suspensão da perua em relação ao modelo turco, avaliado por nós em primeira mão na edição de julho passado. Na época, a carroceria se inclinava demais nas curvas. Hoje o conjunto está mais firme, mas sem ter perdido a eficiência na absorção de impactos, característica que já se evidenciava na versão importada - uma receita que deixou a Grand Tour na frente da 307 SW no quesito suspensão.
Sabemos que não são maioria os que compram uma perua tendo o desempenho como fator decisivo. E nesse quesito a Mégane ficou um pouco atrás das rivais. Precisou de 12,4 segundos para chegar aos 100 km/h - 0,4 segundo mais lenta. Em compensação, parou na frente: foi ela quem obteve as melhores médias de frenagem.


MÉGANE GRAND TOUR - R$ 70 460

SUSPENSÃOA engenharia conseguiu melhorar as respostas da suspensão - em relação ao modelo turco testado por nós - no quesito estabilidade. Ficou bom.
Avaliação: XXXX

AO VOLANTE
Na direção, ao alcance dos dedos estão os comandos do rádio e do piloto automático.
Avaliação: XXXX

CARROCERIA
Visual acertado, bom espaço interno e portamalas generoso são as armas da Grand Tour para a briga no segmento.
Avaliação: XXXX
 
MOTOR E CÂMBIO
Foi ligeiramente inferior às rivais na pista. Mas o câmbio seqüencial traz agilidade à perua no dia-a-dia.
Avaliação: XXXXX

MERCADO
É novidade. Chega com garantia de dois anos (o terceiro é opcional, por mais 990 reais) e boa lista de itens de série.
Avaliação: XXXXX

Total: 22 pontos

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...