segunda-feira, 5 de abril de 2010

4L Trophy - Tempestade no deserto

DESAFIO: Desafio você que está lendo nossa postagem a contar quantos 4L tem na foto acima!
Brincadeirinha, são 1.200 Renault 4L !!
Grupo de 2.400 jovens franceses vencem as areias do Marrocos em velhos Renault 4

No Brasil pouca gente conhece o Renault 4, mas este modelo popular tem uma história de grande sucesso. Foi o carro mais produzido na França em todos os tempos: mais de 8.000.000 de exemplares de 1961 a 1992. E foi feito também na Espanha, Bélgica, Colômbia, Sérvia (antiga Iugoslávia), Chile, México, Argentina, Irlanda, Itália, Austrália e Portugal.
A cada lugar, ganhava um apelido. Sua denominação oficial "4L" fez com que fosse chamado de Quatrelle na França, rendendo ainda a corruptela Catrela em Portugal. Na Argentina, chamam-no Renoleta.
A economia é seu forte, graças ao motorzinho de quatro cilindros semelhante ao dos nossos Dauphine e Gordini - só que instalado na dianteira.
O modelo é conhecido por sua valentia - e aqui chegamos ao ponto principal desta postagem: a cada ano, desde 1998, universitários da França participam do Rally 4L Trophy, criado pela Escola Superior de Comércio de Rennes. O evento é aberto somente a proprietários de Renault 4.
Na primeira edição, havia apenas três equipes. Mas o 4L Trophy virou febre desde então... Nada menos que 2.400 participantes (em 1.200 carros!) partiram dia 19 de fevereiro do Stade de France, ao norte de Paris, rumo ao Marrocos.
É uma mistura de aventura e filantropia: cada carro transporta 50 quilos de material escolar para as crianças do Norte da África.
Piloto e navegador devem ter idades entre 18 e 28 anos. Assim, muitos dos automóveis são mais velhos do que seus tripulantes.
Foram 6 mil quilômetros em dez dias, com muitos trechos no deserto. A bandeirada final foi no dia 28 de fevereiro, em Marrakesh.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...