terça-feira, 19 de janeiro de 2010

Fox 1.6 Extreme, uma Raposa mais esportiva

GOSTAMOS: Espaço interno, versatilidade do banco traseiro.

NÃO GOSTAMOS: Consumo, acabamento, painel.

CONCLUSÃO: É como o irmão do meio: espremido na família, acaba ignorado

"Coitado!" . Foi assim, sem meias palavras, que alguém da Volkswagen respondeu à nossa pergunta sobre a situação do Fox com a chegada do Novo Gol. Normalmente os executivos não são tão diretos, mas a afirmação procede: O Fox é quem mais sofrerá com o irmão mais novo.

E pensar que em 2003, quando o Fox era novidade, a Volkswagen afirmou que compradores deste não compravam Gol. Os primeiros, dizia a empresa, eram pessoas que valorizaram o status, a aparência, o conforto e a modernidade. Compradores de Gol, segundo afirmava a marca, prezaram o baixo custo e a robustez. Dois grupos que não se misturavam, em resumo.

O discurso oficial permanece. Mas alinhar o Novo Gol com o Fox tira o peso das afirmações da fábrica. Qual será a escolha emocional? Qual será a racional?



SEM JOELHOS

Embora seja um hatch, ele herda as características das Minivans: ao deixar os assentos mais altos, a necessidade de espaço entre as fileiras de bancos diminui. O banco traseiro corrediço, que aumenta o espaço no porta-malas de 260 para 353 litros. A versão de referência é a Extreme básica, mas a foto mostra a Extreme mais equipada, um carro de mais de R$ 47 mil.

"Coitado do Fox"!.

EM RESUMO

Os vendedores da Volks terão que afiar a lábia para conseguir vender o Fox daqui pra frente.

CARROCERIA: Hatch, 4 portas, 5 lugares.

MOTOR/CÂMBIO: 1.6, 104 cv (A), câmbio manual 5 marchas.

DESEMPENHO: 0-100 km/h 11,7 s / 40-80 km/h 7,1 s

CONSUMO MÉDIO: 9,2 km/l

R$ 39.330*

*PREÇO DO CARRO BÁSICO

sexta-feira, 15 de janeiro de 2010

Irmãs comportadas

Toda a linha Palio Weekend passa a contar com as mesmas alterações básicas (faróis, lanternas traseiras, vinco e janelas laterais), mas cada versão conta com características próprias. A básica continua sendo a ELX 1.4 (vermelha), agora com 86 cv (a anterior tinha 81 cv). Vista de frente, ela é igual ao Siena. A traseira tem um pára-choque liso, sem os recortes da Adventure, mas com um grande aplique plástico preto. A intermediária HLX 1.8, que respondia por 20% das vendas, saiu de linha. Ela foi substituída pela Trekking 1.4 (meio), que tem a suspensão elevada da Adventure anterior, de 17 cm de vão livre do solo, com o visual básico e o motor da ELX 2009. O motor 1.8 passa a ser exclusivo da versão Adventure (do canto), que representa 50% das vendas da perua Palio. A Fiat já confirmou os preços. Os valores iniciais são ao redor de R$ 42 mil para a ELX, R$ 50 mil para a Trekking e R$ 55 mil para a Adventure.
Site Oficial da Fiat >> Clique Aqui

quinta-feira, 14 de janeiro de 2010

REJEITADO ANTES DO NASCIMENTO


Os Scirocco de 1974, lembram alguma coisa? Claro, o Gol, lançado 6 anos depois.

Se dependesse da Volkswagen, o Scirocco não sairia do papel. No começo dos anos 70, animada com o sucesso do Golf I, criado por Giorgetto Giugiaro, a VW encomendou um cupê ao designer Italiano. Mas não levou o projeto adiante. O construtor de carrocerias especiais Wilhelm Karmann, da Karmann, acabou arcando com a produção e com o batismo e apresentou o modelo no Salão de Genebra de 1974. Só depois da aprovação do público, a VW assumiu o modelo. Uma das versões mais célebres da primeira safra foi a GTI 1.6, com injeção Bosch K-Jetronic e 110 cavalos. O modelo teria servido de inspiração para o Gol. A segunda geração, de 1981, foi a última. Desenhada por Giugiaro, era 16,5 centímetros maior e tinha melhor acabamento. Durou até 1992.

Site Oficial da VW >> Clique Aqui

quarta-feira, 13 de janeiro de 2010

Novo Logan. Na Europa

Desenvolvido pela romena Dacia em parceria com a Renault em 2004, o Logan recebeu na Europa sua primeira reestilização. Do lado de fora os novos pára-choques fazem par aos novos faróis e lanternas, que formam um vinco junto com a nova tampa do porta-malas. Por dentro a principal mudança foi a adoção dos puxadores de porta do Sandero, mais práticos do que o usado em nosso Logan. No Brasil, o sedã não deve mudar tão cedo, segundo a Renault.
Site Oficial da Renault >> Clique Aqui

terça-feira, 12 de janeiro de 2010

Picape VW sai às ruas


Demorou. Mas a picape Robust saiu para passear fora da fábrica Argentina: a foto mostra o protótipo da versão cabine dupla. A Robust é a primeira picape média da Volkswagen. Fabricada na Argentina, será vendida no Brasil.
Além da cabine dupla, haverá também a cabine simples, e versões com tração 4x4 e reduzida. Chega às lojas em 2010, mas a empresa corre para apresentá-la ainda este ano no Salão do Automóvel de São Paulo, em outubro. Deve custar a partir de R$ 80 mil. O modelo vendido na Europa será produzido na Alemanha, enquanto a versão Brasileira virá da Argentina. Ao que tudo indica, a fabricante não quer brigar com os modelos mais baratos da categoria, que são a Chevrolet S10 e a Ford Ranger, mas sim com as sofisticadas Toyota Hilux, Nissan Frontier e Mitsubishi L200 Triton. E, assim como a Hilux gerou um Utilitário-Esportivo, O Hilux SW4, a Volkswagen fará um Robust SUV.
Site Oficial da VW >> Clique Aqui

segunda-feira, 11 de janeiro de 2010

"Goodbye"! Fielder!


MATRIX substitui FIELDER

O trânsito de executivos japoneses na sede da Toyota do Brasil, na zona sul de São Paulo, nunca foi tão intenso: na pauta das discussões, os futuros lançamentos da marca no País. Tivemos acesso a alguns dos temas discutidos nas reuniões secretas da Toyota e contamos pra você quais são as dúvidas, as sugestões e as primeiras decisões:

COROLLA MATRIX
O crossover, misto de perua com minivan, (foto acima) já substituiu a perua Fielder em 2009. A decisão tem apoio quase unânime dos executivos. Explica-se: o tipo de carroceria é mais apreciado pelo comprador que as tradicionais peruas, de acordo com as pesquisas da Toyota. Mas o que acendeu a luz verde foi o fato de o Matrix ser feito sobre a base do Corolla, com a qual compartilha várias peças. O carro é vendido nos EUA e para ser fabricado no Brasil teria uma única mudança importante, a troca da suspensão traseira independente pelo sistema de eixo de torção.

FIELDER
Como ficou claro, a perua saiu de linha em maio de 2008. em maio de 2008, a produção da Fielder foi paralisada em Indaiatuba-SP para dar espaço aos pedidos do novo Corolla.

HILUX
Picape e SW4 ganharam a primeira reestilização em 2009 e terão ainda a opção do motor a gasolina.

RAV-4
O contra-ataque da Toyota ao preço mais baixo do Honda CR-V (agora Mexicano, por R$ 94.500) está pronto. Este ano chega uma versão simples do RAV, com carroceria mais curta. Deverá custar cerca de R$ 100 mil.

LAND CRUISER
Até o fim do ano chega ao Brasil a nova versão do jipe, com leves retoques, teto solar de série e um novo motor. (LL)

Site Oficial da Toyota >> Clique Aqui

domingo, 10 de janeiro de 2010

Chevrolet Malibu. Em breve, entre nós




Painel sóbrio, quadro de fácil leitura. Porta-malas abriga 427 litros.



Enquanto a cidade de Malibu, na Califórnia, parece ter um imã para desastres naturais (incêndios, deslizamentos, ressacas nas praias, artistas de Hollywood em clínicas de reabilitação), a nova geração do Chevrolet Malibu atrai apenas elogios desde que foi lançada, no Salão de Detroit, em janeiro de 2008. É este o carro que deve chegar ao Brasil este ano. O sedã se encaixaria entre o Vectra e o Omega e, ao preço de R$ 110 mil, chegaria pra brigar com Ford Fusion e com VW Jetta.


O modelo, que é um sedã grande com tração dianteira, usa a plataforma Epsilon, a mesma do Saturn Aura e do Saab 9-3. Nos Estados Unidos da América (USA), tem quatro versões de acabamento e três de motorização (2.4, 2.4 híbrida e V6 3.6). A mais potente tem bloco de alumínio, 24 válvulas e comando de válvulas variável, com 252 cv e 34,7 mkgf de torque a adequadas 3.200 rpm. É esta versão a mais cotada para chegar ao Brasil.
O V6, que pode ser encontrado no Cadillac CTS, está acoplado a uma caixa de seis marchas. Na pista de testes, o Malibu acelerou de 0 a 100 km/h em seis segundos e percorreu 400 m em 14,6s. Também agradou nos testes de frenagem: a 130 km/h, levou 69,4 metros para parar.

A grande diferença entre a antiga e a atual geração é que o novo Malibu é um sedã com virtudes suficientes para agradar aos mais exigentes. Ele tem boa estabilidade, sem transmitir a sensação de flutuar em altas velocidades e não perde a aderência sem avisar. O nível de ruído é baixo. A direção é precisa e avisa corretamente o que as rodas estão fazendo. As trocas de marcha são suaves, embora o kick-down, aquela manobra em que se pisa pra valer no acelerador a fim de provocar redução de marcha nos câmbios automáticos, pudesse ser mais rápido.
Por dentro, ele é bem espaçoso, conseqüência do aumento em 15 cm na distância entre-eixos. As lições que a GM aprendeu durante o desenvolvimento do Cadillac CTS foram aplicadas ao Malibu: no geral, as peças são moldadas com materiais de boa qualidade e textura, com encaixes perfeitos. O painel de instrumentos tem três divisões bem definidas (conta-giros, velocímetro e marcadores de combustível e de temperatura) e oferece fácil leitura.
Mas não vamos exagerar. Os painéis das portas destoam do conjunto pelo revestimento que não está à altura do restante do acabamento. E o porta-malas, de 427 litros, é pequeno para a categoria (no do Ford Fusion cabem 530 l).
O Malibu é a prova mais recente da evolução dos carros da GM nos Estados Unidos da América (USA). Mas ele tem força pra tirar do Fusion o título de preferido dos Brasileiros? Aqui, a briga será decidida pelo custo-benefício. Mas a resposta teremos apenas no próximo ano.
Site Oficial da GM >> Clique Aqui
---FICHA TÉCNICA---
---Preço: US$ 28.340
---Motor: V6, 3.6, 24V
---Potência: 252 cv (6.300 rpm)
---Torque: 34,7 mkgf (3.200 rpm)
---Transmissão: Automática, 6 velocidades, tração dianteira
---Suspensão: Independente nas 4 rodas, tipo McPherson (D), multibraço (T)
---Freios: Discos Ventilados (D), Discos (T)
---Rodas e pneus: 255/50 R18
---Dimensões (comprimento / entre-eixos / largura / altura): 4,87m / 2,85m / 1,78m/ 1,45m
---Peso: 1.665 kg
---Porta-malas: 427 litros
---Tanque: 61,7 litros

sexta-feira, 1 de janeiro de 2010

Feliz Ano Novo!!!


Feliz Ano Novo á todos vocês que visitaram meu blog em 2009, foi um tremendo sucesso, tivemos 15.795 visitas, e mais de 70 países e regiões diferentes, por isso, eu agradeço muito á todos que nos visitaram, espero que façam o mesmo, esse ano.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...